Usar sinais sem fio e inteligência artificial para saber como uma pessoa está se sentindo parecia ser algo impossível de acontecer, mas não para os pesquisadores do Instituto de Ciência da Computação de Massachusetts e do Laboratório de Inteligência Artificial. Unidos, decidiram criar um dispositivo capaz de detectar emoções por frequência de rádio.

A ideia é tanto o reconhecimento emocional quanto no contexto de contribuir com o futuro da medicina, facilitando o processo de monitoramento do bem-estar dos pacientes de forma menos hostil (por não necessitar de fios) e também prevenir, já que ele funciona da mesma forma que um eletrocardiograma e é capaz de detectar com antecedência até mesmo princípios de ataque cardíaco.

Tudo funciona por meio de um dispositivo chamado de “EQ Radio” que usa a mesma tecnologia dos roteadores e mede as ondas emitidas e rebatidas pelo corpo, coletando informações dos sinais vitais como batimento e respiração e, reconhecendo o estado emocional da pessoa no mesmo momento, através da inteligência artificial do EQ.

Realmente é uma tecnologia com grande potencial, mas as questões de segurança e privacidade por conta da condição emocional exposta são levantadas.

The Next Web também falou sobre o assunto: Clique aqui

 

Comments

comments